Flora Monte Claro
 
Home Login Meus Pedidos Indique o Site Contato
 Busca Avançada
 




 
 
 
Orquídeas (Mudas) > Catleya > Catleya Branca
Catleya Branca
R$ 30,00
Compartilhe
Compartilhe o produto

Características
Qtde Desejada:
Valor Unitario: 30,00
Valor Total (R$):
Disponibilidade: 10 dia(s) + Transporte.

Calcule o Frete e o Prazo de Entrega
Digite seu CEP:  
Formas de Pagamentos
Banco Inter (será enviado boleto em seu email)
1
X
28,65
Desconto: 4,50%
Banco Sicredi (PF)
1
X
28,65
Desconto: 4,50%
PagSeguro (Boleto ou Cartao)
1
X
30,00
Mercado Pago(Boleto ou Cartao)
1
X
30,00

Atenção: para garantir produtos frescos e com boa brotação nossa logística demora até 2 semanas para postagem de pacotes. Agradecemos a compreensão.

 

Orquídeas Cattleya´s

 

Origem e curiosidades: Existia na Inglaterra uma localidade originalmente chamada de “Clareira do Gato Selvagem”. No inglês arcaico, clareira era “leah”, e gato “catt”, ou seja, o local se chamava Cattleah. Quando as pessoas começaram a adotar sobrenomes, os nascidos naquela comunidade adotaram o sobrenome Cattley. Quando se iniciaram as grandes navegações, descobriu-se um grupo de orquídeas com cerca de 45 espécies, todas nativas da América Central e América do Sul. Um dos botânicos amadores mais entusiasmados com a descoberta foi o Sr. William Cattley, que faleceu em 1832, mas não antes de ser homenageado com o uso de seu nome para aquelas novas orquídeas: estavam nominadas as Cattleyas. Assim como várias outras plantas, os botânicos europeus, principalmente britânicos e holandeses, trataram de criar híbridos, aumentando a variedade inicial, tanto que hoje é impossível saber exatamente quantos híbridos existem no gênero Cattleya, apenas sabemos que existem plantas com flores de todas as cores, menos a cor azul (apesar de muitos venderem cattleyas floridas, de cor branca, mas pintada de azul artificialmente, e muitos orquidófilos iniciantes caírem no “conto do vigário”). Se isso não bastasse, as Cattleyas ainda conseguem se cruzar com as orquídeas do gênero Laelia, aumentando ainda mais a diversidade. Como são consideradas orquídeas de fácil manutenção, são ideais para iniciante, e devido a sua grande difusão, são consideradas as rainhas das orquídeas.

 

Usos e aplicações: o único uso das plantas deste gênero é ornamental, mas todos que a cultivam sabem que a atividade junto com estas plantinhas é um bálsamo contra estresse, e quando ela emite suas flores – que em alguns híbridos chega a 7 polegadas – todos os problemas parecem desaparecer.

 

Cultivo: este gênero é considerado o padrão das orquídeas para se explicar o cultivo. Na imagem ao lado temos algumas estruturas que são comuns a todas as variedades de orquídeas. Observe que existe uma “haste” horizontal, que chamamos de rizoma (por isso é chamada de simpodial, ou seja, rizoma na horizontal – algumas orquídeas têm haste vertical). Deste rizoma surgem estruturas como os pseudobulbos, que são vitais para se avaliar uma orquídea. Via de regra, anualmente surge um novo pseudobulbo a partir da gema de crescimento, e é nele que surgirão as flores. Para que se tenha flor, é necessário que a planta tenha no mínimo sete anos a partir da germinação da semente, ou pelo menos três a quatro pseudobulbos. Aliás, como surge um pseudobulbo por ano, fica fácil calcular quantos anos tem a orquídea desde sua última divisão, mas lembre-se que o rizoma pode se bifurcar em dois, três ou quatro, e se isso acontecer, você terá tantos pseudobulbos por ano quanto forem as gemas de crescimento. Existem pessoas que para fazer mudas, retiram um pseudobulbo apenas, com um “toco” de rizoma. As vezes até funciona, mas no geral, a planta morre, e quando não morre, demora mais até quatro anos para florescer. O ideal é dividir apenas quando se tiver 6 a 8 pseudobulbos, deixando cada “muda” com 3 a 4, mas isso nem sempre é recomendado: de forma geral, o número de flores que cada cacho terá depende diretamente do número de pseudobulbos, ou seja, se você ficar dividindo a planta, nunca terá um cacho de flores considerável, ou seja, planta pequena, poucas flores. Como a maioria das orquídeas, as cattleyas e seus híbridos são epífitas, o que quer dizer que na natureza crescem no tronco das árvores e em ambiente sombreado. Orquídeas assim utilizam suas raízes muito mais para sustentação que para absorver água e nutrientes. Por isso, nada de usar terra ou areia nos vasos, ok? Isso abafa as raízes, que acabam morrendo. A melhor situação é amarrá-la em um tronco de árvore, mas se não for possível, usar uma mistura de casca de pinus, carvão, fibra de coco, pedra brita e isopor. Se optar pelo vaso, escolha um com pelo menos o dobro do tamanho do rizoma, e plante a orquídea de modo que o pseudobulbo do ano fique no centro do vaso.

Isso dará bastante espaço para ela crescer. A irrigação também é diferente, pois ela absorve água pela planta inteira, então ao molhar uma orquídea desta, o ideal é dar um verdadeiro banho – mas cuidado: as flores não gostam de água! As cattleyas são bastante versáteis com o clima. Uma boa parte delas suporta geadas e climas bastante quentes, mas nem todas. Na maioria das vezes não é necessária adubação, mas se desejar, procure adubos foliares líquidos e borrife sobre as folhas e pseudobulbos, de acordo com a indicação do fabricante. De resto, paciência, pois as orquídeas geralmente (nem todas) florescem uma vez por ano, então nada de pressa, ok? E tome muito cuidado com receitas mágicas publicadas na internet... a maioria é inerte, não faz nada na planta, mas algumas chegam a prejudicar o desenvolvimento. Lógico que existem sim algumas que são úteis, mas é uma minoria. Na prática, se você imitar o ambiente natural, não terá muita dificuldade - e no ambiente natural a planta recebe apenas água, poeira e folhas das árvores, além de uma boa sombra.

 

Este texto é de autoria da própria Flora Monte Claro e não é permitida a reprodução inteira ou parcial, sem prévia autorização.

 

 


 

Clivia Miniata

Clivia Miniata
R$ 23,00
R$ 20,00

 
 

Etlingera elatior Venusta

Etlingera elatior Venusta
R$ 36,00
 

`Pague com Mercado Pago


`Pague com PagSeguro

Home  | Quem Somos  | Informações ao Consumidor - Decreto 7962/2013  | 
 
Cadastre-se. Receba novidades, ofertas e cupons.
Flora Monte Claro
CNPJ: 16.948.716/0001-55
Rua Frederico Virmond, 806 - Centro - Lapa - PR
Cep:83.750-000
41-991341655 / 41-992098575
 41-992098575

`Pague com Mercado Pago
`Pague com PagSeguro
Desenvolvido por Lojas Virtuais BR