Kananga do Japão ou Ressurreição Kaempferia rotunda

COD: FMC0237

R$ 14,00
Loading...

ATENÇÃO: Nossos produtos são enviados em até 15 dias após a compra!

# Descrição do produto


Nome Científico: Kaempferia rotunda

Nomes Populares: Cananga-do-japão, Flor-da-ressureição, Ilangue-ilangue-da-terra, Lírio-misterioso

Família: Zingiberaceae

Categoria: Bulbosas, Flores Perenes, Folhagens, Forrações à Meia Sombra

Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Tropical

Origem: Ásia

Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros

Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra

Ciclo de Vida: Perene

A kananga-do-japão, também chamada de flor-da-ressurreição, é uma planta herbácea, rizomatosa, de folhagem e floração peculiares e ornamentais. O rizoma da planta, rico em substâncias de reserva, permite que ela entre em dormência no inverno, com o amarelecimento e quedas das folhas. Na primavera, surgem inicialmente as flores, brotando diretamente do solo, em seguida, as primeiras folhas de uma linda folhagem entouceirada aparece, para aproveitar todo o calor e a luz da primavera e verão.

Suas folhas são grandes, eretas, largas, de cor verde-pálido, com manchas regulares centrais de cor verde-escura. A página inferior das folhas apresenta uma tonalidade roxa a bronzeada, que lhe confere um charme especial. Seus pecíolos se unem de maneira sobreposta, formando uma estrutura de sustentação que se parece um caule. Atinge de 30 a 60 cm de altura. As flores delicadas e perfumadas, apresentam duas pétalas superiores e sépalas de cor rosa claro e duas pétalas inferiores rosa arroxeadas. O conjunto das pétalas lembra orquídeas e amores-perfeitos no aspecto.

No jardim ou em ambientes internos, a kananga-do-japão surpreende com seu efeito mutável. Nos meses quentes ela é uma bela folhagem tropical. No inverno desaparece, aparentando estar morta, sendo que na verdade está apenas “dormindo”. Na primavera surgem as flores, diretamente da terra, e apesar de durarem poucos dias, são repostas sucessivamente por cerca de um mês.

Deve ser cultivada sob meia-sombra ou luz difusa, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e mantido úmido no período vegetativo. Prefere o clima tropical e subtropical. As regas devem ser suspensas no inverno e retomadas quando surgirem os primeiros brotos. Fertilizações com farinha de ossos no plantio, replantio e período vegetativo estimulam florações abundantes. Pode ser plantada em vasos e jardineiras. Multiplica-se facilmente pela divisão de rizomas.

FONTE: Jardineiro.Net

Crie sua loja online com a Confere Logo