Tacca Negra - Tacca chantrieri

COD: FMC0308

R$ 45,00
Loading...

ATENÇÃO: Nossos produtos são enviados em até 15 dias após a compra!

# Descrição do produto


ORIGEM E CURIOSIDADES:

Existem cerca de 10 espécies de Taccas no mudo, e todas elas tem origem no sudeste asiático, desde a Índia até a Malásia. A Tacca chantrieri é endêmica da China continental, e inclusive está em extinção em seu ambiente de origem, pois toda a região está sendo transformada em áreas agrícolas e novas cidades para suportar o crescimento chinês. Contudo, não corre o risco de desaparecimento justamente por estar se popularizando como planta ornamental. Cada espécie de Tacca tem uma cor de flor característica, existindo inclusive a chamada Tacca Branca e a Tacca Verde. A Tacca chantrieri vem se destacado pela flores em tom negro, com formato delicado, belo e exótico, em contraste com o verde vivo de suas folhas. O formato exótico da flor ainda lhe rendem nomes inusitados... alguns acham que a flor lembra um morcego em voo, e dai o nome de Flor Morcego. Outros vêem semelhanças entre bigodes de gato e os filamentos da flor, e dai o nome de Flor Gato. Nos EUA existe uma lenda de que suas flores teriam sido usadas em rituais de magia, e lá alguns ainda a chamam de Flor do Diabo... um pequeno absurdo, afinal uma coisa tão bela só pode mesmo ter origem exclusiva em Deus. O seu cultivo tem muitas semelhanças com orquídeas, e devido a isto está caindo no gosto de orquidófilos e confundida pela população em geral como uma orquídea, mas a planta é de um gênero totalmente diferente.

CARACTERÍSTICAS E UTILIZAÇÕES:

Todas as Taccas tem boa produção de TAXOL, que é uma das substâncias utilizadas para produzir medicamentos para câncer. Contudo não pode ser considerada medicinal porque este taxol só é possível de ser extraído em laboratório. Não adianta fazer chás, macerados ou tinturas... a extração do principio ativo não irá acontecer. Existem relatos de que algumas espécies de taccas são comestíveis, mas para isso exigem um preparo específico que elimine algumas toxinas. Sem esse preparo o consumo pode até levar à morte. Com isso, o grande uso é mesmo ornamental, sendo cultivadas em vasos em ambientes externos e internos, ou ainda canteiros formando maciços.

PRODUÇÃO E FLORAÇÃO:

Como já citado, o cultivo lembra muito o de orquídeas. As taccas podem ser produzidas por sementes, mas a germinação é complexa. O normal é a divisão de touceiras, o que deve ser feito a cada dois anos. Deve mesmo, pois se plantada em vasos ficam muito mais bonitas se com apenas uma planta por recipiente. O tamanho ideal de vaso é de 20 cm de diâmetro e no mínimo 20 cm de altura. Se for mantida em ambiente externo deve ser mantida a meia sombra, e em ambiente interno no local mais iluminado da casa. Não suporta ambientes com ar condicionado ou com pouca umidade do ar. Deve sempre ter as raízes úmidas mas nunca encharcadas. Por isso o substrato ideal sempre tem que ter bastante porosidade - muitas cascas, turfa e até pedriscos. Começa a florescer assim que a planta tenha 4 folhas e produz até 20 flores durante o período de primavera e verão. Nas regiões quentes do Brasil mantêm-se com as folhas sempre verdes, porém sem flores no inverno. No sul, perde totalmente as folhas, mas sobrevive sem problemas temperaturas de até 3 graus negativos. 

Este texto é de autoria da própria Flora Monte Claro e não é permitida a reprodução inteira ou parcial, sem prévia autorização.

Crie sua loja online com a Confere Logo